Competências Sócio Emocionais

As crianças precisam de aprender o que são emoções, sentimentos e pensamentos, e precisam também de aprender a falar sobre tudo isto. Se para nós adultos tantas vezes é complicado expressar emoções e sentimentos, imagine como será para os mais novos ter que exprimir de forma a que um adulto compreenda, coisas que nem eles percebem muito bem. Durante o primeiro ano de vida as crianças reconhecem essencialmente 3 emoções: a Alegria, a Tristeza e o Medo.
Ao longo do seu crescimento a capacidade de reconhecer emoções e as suas formas de expressão vai também aumentando. Saber identificar e como reagir às emoções expressas não é apenas útil para que as crianças se entendam a si mesmas, mas também para as ajudar a compreender o mundo no qual vive e que o rodeia.
As competências sócio emocionais, onde se enquadram o reconhecimento e expressão das emoções e sentimentos vivenciados, refletem-se num aumento da autoestima e autoconfiança dos mais novos, sendo possível também verificar melhorias a nível do comportamento e na forma como se relacionam com os amigos. Tudo isto mostra a importância que a criança brinque e pelo brincar experimente cada uma delas. Algumas das formas de abordar e levar a que os mais novos experimentem e percebam a envolvência de cada uma são as dinâmicas de grupo, os jogos, os contos, as atividades de expressão plástica e corporal, entre outras que trabalham emoções e sentimentos proporcionam um espaço de reflexão e exercício das competências emocionais, para que as crianças tirem o máximo partido das suas capacidades para gerirem de melhor forma as suas emoções.